Resposta pública da Ocupação da UFPR

   O movimento de ocupação da reitoria da UFPR vem a publico esclarecer o andamento do processo de ocupação e declarações equivocadas a respeito.
  
Ocupamos a reitoria no dia 17 de outubro para impedir a aprovação do REUNI no Conselho Universitário (COUN) da UFPR por entendermos que a decisão no COUN não é democrática nem representativa.
  
A ocupação é um ato político e, como tal, digno de legitimidade enquanto pautado no aumento da democracia interna desta instituição e na ampliação do debate antes de qualquer deliberação irreversível. Diferente do que disse o reitor, cerca de 100 estudantes permanecem na reitoria enquanto continua o processo de negociação. Há grande rotatividade de estudantes na ocupação, algumas de nossas assembléias contam com 200 estudantes.
  
Não estamos sozinhos. Quatro universidades federais se mantêm ocupadas contra o REUNI. Cerca de 100 entidades apóiam nossa ocupação, dentre elas 10 centros acadêmicos da UFPR, 7 diretórios centrais do Paraná (DCE UEL, UEM, UTFPR de Curitiba e Ponta Grossa, UEPG, Unioeste Marechal Candido Rondon, Fafipar Paranaguá) e a associação dos professores da UFPR (APUFPR), que aprovou unanimemente em assembléia moção de apoio a ocupação. Apenas o DCE da UFPR não legitima ou apóia a nossa ocupação.
  
Na UFPR, inúmeras assembléias estudantis, a assembléia da APUFPR e os colegiados dos setores de Humanas, Letras e Artes, Exatas e Educação votaram contra a adesão da UFPR ao programa. O plebiscito possibilita que o REUNI não seja imposto às unidades que já se manifestaram, mas que a decisão seja construída democraticamente.
  
A ocupação foi conseqüência do movimento gerado por debates e atos realizados isoladamente que culminaram na organização e construção conjunta de estudantes. Nossa legitimidade se dá pela atuação de cada estudante presente e por estes ideais serem partilhados por inúmeros outros estudantes na Universidade em todo o Brasil.O pedido de reapropriação do prédio antes que se encaminhasse a negociação demonstra que quem não está aberto ao diálogo é a reitoria.
   O pedido de reapropriação foi encaminhado pela procuradoria federal, mas isto não retira do reitor a responsabilidade. É, em última instância, o Reitor o responsável por todas as ações praticadas em nome da Universidade.
  
Não desocupar a reitoria até que o plebiscito seja garantido não é intransigência do movimento, já que o principio do que defendemos é uma maior democracia. Trata-se de coerência com o modelo de universidade que defendemos e na defesa do qual realizamos a ocupação. 

Curitiba, 22 de outubro de 2007

Movimento de Ocupação da Reitoria
da Universidade Federal do Paraná
  
__________________________________________________
https://forareuni.wordpress.com
ufprocupada@gmail.com

3 Respostas to “Resposta pública da Ocupação da UFPR”

  1. UFPR OCUPADA Says:

    Videos do REI-tor Moreira:

    Garante que será nosso segurança: http://www.youtube.com/watch?v=yy__OCHp-fk

    Afirma que nosso movimento é Vitorioso (tiro no pé do DCE):

  2. Daniel Ikenaga Says:

    Incoerências da Ocupação
    Em notícia veiculada no site da UFPR de hoje aparece: “Os estudantes querem que o reitor determine por meio de portaria a realização de um plebiscito para a decisão sobre o REUNI. Uma medida que não pode ser tomada, porque, por lei a decisão de todos os atos da UFPR devem ser dos integrantes do Conselho Universitário
    http://www.ufpr.br/adm/templates/index.php?template=2&Cod=3184

    É de muito estranhar querer “democracia” na UFPR e exigir uma portaria do Reitor para desocupar o prédio.

    1º – O Conselho Universitário, embora não seja paritáriio, é uma instância democrática.

    2º – Os representantes discentes do DCE, Gestão Amanhã Vai Ser Outro Dia, participaram de todas as reuniões e todas as comissões instituídas, bem diferente das gestões anteriores, que por sua ausência, deixaram vários estudantes na mão, vide, N-2, bolsas monitoria de jurídicas, entre outros.

    3º – Ir a um ato extremos sem antes dialogar é a demonstração mais clara da ditadura.

    4º – Exigir uma portaria é outra clara demonstração da não preocupação dos espaço democráticos constituídos historicamente. Afinal a Constituição obriga o emprego da Gestão Democrática.

    5º – Exigir uma portaria para esta decisão é uma atitude mais rude que exigir um decreto, pois para o decreto existe prerrogativa.

    6º – Exigir um plebiscito, embora aparentemente justo, pode acarretar numa decisão equivocada, visto que é necessário um amplo conhecimento para a tomada de decisão.

    7º – As entidades da comunidade universitária, isto é, DCE-APUFPR-Sinditest, se colocam favorável ao Plebiscito, salvaguardado as necessidades para esta construção.

    8º – Impedir que pessoas que tenham visão diferente ou membros do DCE entrem na ocupação deixa bem claro o caráter eleitoreiro e a indisposição ao debate.

    Daniel Ikenaga
    Geral de Conselhos Superiores – DCE.UFPR

  3. Apoio aos nossos representantes legitimos NA OCUPAÇÂO Says:

    1) Creio que seja consenso o fato de que qualquer pessoa de bom senso não permitiria que elementos contrarios ao seu movimento, penetrassem em suas fileiras. Seria um risco desnecessário ao movimento, e poderia acarretar riscos a segurança dos proprios estudantes acampados.

    2) É uma lastima que o DCE apregoe um modelo “democratico” destituido de mobilização. Nenhuma nação do “mundo civilizado” tem por base um modelo politico resumido à obediencia cega as autoridades constituidas. O direito à ações do tipo em curso, é um prerrogativa democratica, no momento em que um determinado grupo sente-se oprimido, ou nesse caso, não tenha garantida sua representação politica. Portanto trata-se de um movimento legitimo que busca GARANTIR a mais nobre de todas as virtudes democraticas: o direito à livre escolha por parte dos estudantes(ao menos em questão tão delicada)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: