Sarau do pijama

Sarau do pijama

Por que a luta também é feita de poesia…

Poesia, música, exposição de arte de estudantes da EMBAP, e o que você quiser trazer.

Quinta-feira, 01 de novembro

a partir das 19h00

Pátio da Reitoria

5 Respostas to “Sarau do pijama”

  1. rafaela Says:

    Que falta aos jovens?

    Que falta aos jovens provar
    neste mundo de paciência e asco?
    só grafite? rock? ceticismo?
    também falta não dizer amem
    não deixar que matem seu amor
    ser jovens sem pressa e com memória
    situar-se em uma história que é a sua
    não converter-se em velhos prematuros

    Que falta ao jovens provar
    neste mundo de rotina e ruína?
    cocaína? cerveja? barras pesadas?
    falta respirar/abrir os olhos
    descobrir as raízes do horror
    inventar paz ainda que seja em bebedeiras
    entender-se com a natureza
    e com a chuva e os relâmpagos
    e com o sentimento e com a morte
    esta louca de atar e desatar.

    Que falta aos jovens provar
    neste mundo de consumo e fumaça?
    vertigem? assaltos? discotecas?
    também lhes falta discutir com deus
    tanto se existe como se não existe
    estender mãos que ajudam/abrir portas
    entre o coração próprio e o alheio/
    sobre tudo lhes falta fazer futuro
    a pesar das ruínas do passado
    e dos sábios corruptos do presente.

    Mario Benedetti

  2. Olha o absurdo! Says:

    Em nota pública reitores criticam invasões nas universidades

    Os reitores e demais dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, reunidos em Brasília na 91ª reunião extraordinária do Conselho Pleno da ANDIFES, vêm manifestar de público, perante a nação brasileira, o seu mais veemente repúdio à ação violenta e antidemocrática das invasões de reitorias e impedimento de decisões legítimas e soberanas de Conselhos Universitários, patrocinadas por certos grupos de estudantes que, com péssimo exemplo, não honram as melhores tradições do movimento que pretendem representar.
    Os lamentáveis episódios ocorridos recentemente em diversas universidades por ocasião da deliberação sobre a apreciação dos projetos das IFES a serem submetidos ao Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Públicas – REUNI caracterizam o conteúdo fascista e totalitário desse tipo de manifestação política, que não condiz com as liberdades democráticas, a normalidade institucional e o pleno Estado de Direito em vigência no Brasil.
    Ao contrário do que apregoam alguns, a truculência tem caracterizado tais manifestações, em contraste com a atitude democrática de dirigentes das IFES, que, sem exceção, têm submetido aos Conselhos Superiores as grandes decisões institucionais.
    A defesa da universidade pública, de sua autonomia, pluralismo e liberdade, verdadeiras cláusulas pétreas de uma academia, terá de ser garantida com firmeza e por todos os meios legítimos e legais à disposição, sob pena de desmoralização das instituições, deterioração do patrimônio público e falência das conquistas democráticas, tão arduamente construídas em nosso país.
    Brasília, 31 de outubro de 2007

    Só tenho três sílabas a dizer: PRE-GUI-ÇA! :p

  3. Ocupada Says:

    A gente é facista e totalitário? Nós somos truculentos???
    Não, é total falta de criatividade usar nosso discurso contra nós! hhiHIAHIhia…
    Sem mais comentários! To de cara!

  4. Ocupada Says:

    *fascista😀

  5. Marciel da Silva Ribeiro Says:

    Quer saber, eu já esperava por esse tipo de coisa.
    O que importa é o jogo de cena, as aparências… O típico “Finge que funciona” que não nos leva a lugar nenhum.
    Democracia não existe, é só uma mentira que nos contaram.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: